Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

LITERATURA POR MULHERES E O USO DE PSEUDÔNIMOS MASCULINOS

Por Joelle Santos e Magdiel Araujo

Nos séculos anteriores, uma mulher desempenhar um papel além do ofício doméstico era uma atitude impensável e, caso praticada, rechaçada pelos membros da sociedade. Entretanto, algumas mulheres ousaram exercer funções que iam além do que cabiam a elas, como por exemplo, escrever um livro. Para tanto, foi preciso pagar um preço: algumas tiveram de adotar pseudônimos masculinos para que os seus livros pudessem ser publicados e não sofrer com o julgamento de seus conhecidos. Visto que não poderiam revelar suas identidades, permaneceram sem o devido reconhecimento por seu trabalho.

Com o objetivo de visibilizar tais autoras, principalmente dos séculos XVII ao XIX, o projeto Original Writers da companhia estadunidense HP recriou as capas dos livros lançados por elas, com o objetivo de corrigir essa injustiça histórica, com os seus nomes verdadeiros na capa. Contudo, apesar de esperar-se que esse fenômeno ficasse exclusivamente nos séculos previamente men…

Últimas postagens

LITERATURA | Contos Negreiros, de Marcelino Freire

ANÁLISE POÉTICA | Limites ao Léu, de Paulo Leminski

MUSICA | Entrevista com Zohar Ginzburg, do Trust A Lady