Resenha: X-O Manowar #1 (Valiant/HQM Editora)

17:02:00 0 Comments



Resenha - X-O Manowar #1
(Sem spoilers maiores, apenas uma sinopse dos dois títulos)

 No fim de Março, a Valiant anunciou numa convenção americana que teria uma parceria com a HQM para publicar seus títulos por nossas terras. 

 A Valiant, pra quem não sabe, é uma editora que foi fundada em 1989 por Jim Shooter e Bob Layton. Em 94 foi vendida pra Acclaim Entertainment, em 2004 a Acclaim faliu e a Acclaim Comics (nome dado a Valiant depois da compra) foi pro brejo. Em 2012 a editora teve um retorno triunfal e conquistou muitos leitores com seus títulos muito bem escritos e com artes impecáveis. 



--SINOPSES--


 O primeiro deles foi X-O Manowar, de Robert Venditti (Substitutos, Percy Jackson, Lanterna Verde e Cavaleiros do Demônio) e Cary Nord (Demolidor, Conan e Invasão Secreta: X-Men), que conta a história de Aric de Dácia, sobrinho do Rei Alarico I, um guerreiro valente e arrogante que em uma de suas batalhas ao lado dos Visigodos, foi capturado por uma raça alienígena. Pra sobreviver a escravidão, Aric traja a armadura sagrada de Shanhara e lidera uma rebelião e quando volta para a Terra, é um planeta totalmente diferente do que se tinha lembrança.








 O segundo é Harbinger de Joshua Dysart (Monstro do Pântano, Hellboy, Soldado Desconhecido) e Khari Evans (Tropa Deadpool, O Imortal Punho de Ferro, Thor: Reinado de Sangue), que conta a história de Peter Stanchek, um psiônico que é perseguido por uma agência governamental, até que conhece Toyo Harada, outro grande psiônico que oferece ajuda para Peter controlar melhor seu dom.





--POR QUE DEVO COMPRAR--


 Os dois títulos já começam tendo uma das coisas que mais gostamos nos nossos personagens favoritos: Aquele personagem bravo e carismático que nos faz torcer por ele e o outro personagem sofrendo com seus problemas e querendo descobrir como recebê-lo.
Temos dois roteiristas e dois artistas que sabem como fazer você se sentir dentro da história e viver os dramas dos personagens. 
(Menção pra capa do início, do Esad Ribic, tem como não se maravilhar com uma capa daquela? rs)

--EXTRAS-- 


 Uma tradicional página pra situar o leitor a história de X-O Manowar com algumas curiosidades sobre os Visigodos e Romanos
Uma galeria de capas com 12 imagens de capas das 3 edições contidas no mix. Nomes como Jelena Kevic-Djurdjevic, David Aja, Patrick Zircher, Esad Ribic, Arturo Lozzi, Mico Suayan e outros estão nessa galeria.


 O papel utilizado na revista, diferente da Panini, é o Couché (o mesmo de The Walking Dead), e a capa não é molenga, então não tenha tanta dor de cabeça achando que vai rasgar fácil. 
Pra quem prefere mix do que encadernado, a HQM deve lançar esse mesmo material encadernado também, além do material (bom) da Valiant Clássica, com material de Jim Shooter, Bob Layton, Joe Quesada, Steve Ditko, Don Perlin, David Lapham, Barry Windsor-Smith e Steve Englehart.UPDATE: E uma notícia que vi no grupo Colecionadores de HQs, é de que a partir de Outubro, Harbinger e Bloodshot devem ir pra outra revista e Shadowman e Archer & Armstrong entram no mix.

Na próxima edição, Bloodshot, o soldado mais perigoso do Universo Valiant entra no mix.

NOTA: 10
(Fazendo as histórias da Marvel/DC parecem porcarias, e o mix da Panini parecer Papel Higiênico)

X-O Manowar #1
(X-O Manowar #1, X-O Manowar #2 e Harbinger #1
Edição de lançamento com 100 páginas e 3 capas variantes
Formato americano
R$ 9,90
HQM Editora
www.hqmeditora.com.br

0 Comentários existentes: