DICA CINÉFILA | Donnie Darko

11:37:00 0 Comments


Sim, é aquele filme que ninguém entende. Se você ainda não viu, já deve pelo menos ter ouvido falar. Na época em que estreou, 2001, ele não fez lá muito sucesso, mas hoje em dia é considerado um clássico cult, e um filme com problemas de compreensão. Antes de assistir, quando eu via algum conteúdo relacionado ao filme, ficava bastante curioso, pois os comentários sempre eram os mesmos, que não dava pra entender. Então assisti o filme. É complexo, realmente, mas não é tão incompreensível assim. Primeiro, vamos falar sobre do que se trata.

A trama gira em torno de Donald Darko, um adolescente que, a primeira vista é uma merda de pessoa. Responde e xinga os pais e a irmã, é grosso e ignorante, mas os pais toleram mesmo assim. A desculpa é que Donnie é um menino perturbado, toma remédios, faz tratamento psicológico e tudo mais.

As coisas começam a ficar estranhas quando uma voz misteriosa acorda o Donnie no meio da noite, que levanta sonâmbulo, vai até a rua, e vê um coelhão assustador do tamanho de um homem que lhe passa uma contagem regressiva de vinte e oito dias, seis horas, quarenta e dois minutos e doze segundos. Quando ele volta para casa, descobre que durante sua ausência, uma turbina de avião caiu exatamente no seu quarto.


Apesar das características negativas citadas no segunda parágrafo, e o fato de ele admitir que pensa em garotas durante as aulas (adolescência pós puberdade só não é pior que a própria puberdade), gosto de como ele respeita as garotas da escola, diferente de seus amigos e de outros alunos, que são extremamente machistas e idiotas. Inclusive, meu personagem favorito é uma aluna chamada Cherita Chen. A coitada é zoada por ser gorda, está sempre infeliz, e aparece em poucas cenas. Mas apesar disso, aparenta ser alguém com bastante profundidade e uma história a ser contada. Porém como ela é uma personagem bem secundária no filme, não sabemos muito sobre a garota, e talvez nunca saberemos. Gostaria que tudo melhorasse para ela.


Outra coisa que acho interessante no Donnie, é ele ser um tipo de aluno que eu gostaria de ter visto mais nas escolas. Alguém que questiona o que lhe é passado, que pensa e reflete sobre os temas, confronta os professores, questiona, e debate sobre assuntos legais como viagem no tempo (com certeza ele se aborreceria com a lei "Escola Sem Partido").

Ah, mas você deve estar querendo saber sobre as pirações incompreensíveis do filme, certo? Então, o filme levanta uma série de questionamentos e reflexões existenciais, filosóficas e físicas. É interessante você vivenciar a experiência de dissecar as pirações por si mesmo enquanto assiste, mas posso adiantar que rola viagem temporal (não da forma como se está acostumado a ver), universos paralelos, buraco de minhoca (também não da forma como se está acostumado a ver), dentre outras coisas.

É um filme complexo, um tanto complicado. Mas se você já é acostumado a ver, ou ler histórias complexas, com viajem no tempo, ou universos paralelos, não vai ter lá muita dificuldade para entender, como tanto se fala por aí.




Por fim, o que posso acrescentar é, assista Donnie Darko. É um dos melhores filmes que já vi, a trilha sonora é incrível (me arrepio quando toca Head Over Heels), e sempre que se revê, percebe-se algo que não se havia notado antes. Richard Kelly (roteirista e diretor) nos deixou a obra de sua vida.




Nota: 5 Unis.


0 Comentários existentes: