ENTREVISTA COLETIVA | Blogs #02

10:45:00 0 Comments



Olá! Se você leu nossa primeira entrevista coletiva e imaginou que ela seria a única, pode tratar de se alegrar! Estamos de volta com mais registros de contatos imediatos com entidades responsáveis por outros blogs. Tais seres compartilharam conosco suas andanças, aventuras e perrengues pelo maravilhoso mundo da blogosfera. Vamos começar?



  • Olá, tudo bem? Quem é você?

    -Anna Schermak-

    Mareska, 30 anos e Steven Universe existe, então tudo vai bem no final das contas.

    Meu nome é Carissa Vieira, tenho 27 anos e sou de Recife.

    Olá, tudo ótimo e aí? Eu sou a Iara Picolo, paranaense e leitora de plantão, rs. 

    Meu nome é Carol, tenho 22 anos, acabei de me formar em jornalismo. Gosto de ler, ver vídeos no YouTube e amo gatos. =^.^=


    •  Você tem um blog? Que legal! Como se chama e do que se trata?

      Anna: Tenho sim, é o Pausa Para um Café, a proposta do Pausa é ser sua dose de cultura durante aquela pausa gostosa para tomar o cafezinho.

      Mareska: Mareska who?, e na verdade ele não tem um foco específico. No geral é pra coisas relativas a livros (resenhas e outros textos) e textos aleatórios sobre o nada. Acho que tipo um blog diarinho com resenha?

      Carissa: Tenho um blog www.carissavieira.com.br ele é sobre cinema, e variedades.

      Iara: O Conto em Canto tem blog e um canal no youtube (que é bem mais caprichado que o blog, shame on me) e é um espaço para conversar sobre tudo o que envolve literatura. Livros, resenhas de livros, lista de livros, filmes de livros, coisas de livros... Acho que deu pra pegar o espirito da coisa né?

      Carol: Junto com outras duas mulheres construo o Alpaca Press, que é um coletivo editorial independente sobre literatura, cinema e artes visuais feitos por mulheres.


      • O que te levou a querer ter um blog, e como ele surgiu?


        Anna: Eu já tive vários blogs antes do Pausa Para um Café, mas o Pausa surgiu depois que eu li "O Chamado do Chuthulu" do Lovecraft e precisava discutir aquele livro. Assim comecei a falar sobre livros.

         Mareska: A versão 1.0 dele tinha surgido da vontade de compartilhar minhas leituras e afins sobre livros e porque gosto de escrever, a versão 1.5 era o mesmo blog com outro nome e uma leve mudança de foco que eu não gostei, então recomecei do zero. Mudei o nome e essa é a versão 2.0 que anda me deixando mais feliz que as outras.

        Carissa: Minha vontade de compartilhar com as outras pessoas.

        Iara: Eu sempre fui das ~blogueira~. No ensino fundamental tinha um blog de poemas. No ensino médio evoluí para um blog sobre sentimentos e lágrimas e você já pode imaginar a vergonha que era esse espaço. Depois de um tempo, pensei em falar sobre o que eu curto de uma forma mais expositiva. O Conto em Canto surgiu no início de 2015, depois de 3 anos de planejamento e enrolação. E enrolei mais um pouco, então somente em agosto do mesmo ano que coloquei tudo nos eixos e o trem começou a andar.

        Carol: A Alpaca surgiu de um grupo sobre feminismo no Facebook, em que as meninas (eu ainda não fazia parte!) conversavam sobre a invisibilidade de mulheres escritoras e artistas. A vontade de mudar essa situação foi o que motivou a criação do site. Muita gente entrou e saiu do projeto, e hoje contamos com várias colaboradoras de vários lugares do Brasil.


        • Como foi no começo?


          Anna: Difícil, eu estava em Época de TCC na faculdade e o blog não tinha uma identidade como hoje, eu falava de muita coisa estranha. Foram anos até chegar ao Pausa que temos hoje. 

           Mareska: No começo foi divertido, tinha aquela animação de COISA NOVA!!!!! e de aprender o que funcionava ou não.

          Carissa: Normal. Eu já tinha um blog ante e já sabia como funcionava tudo.

          Iara: Foi difícil, mas animador. Não tinha equipamento, noção de pauta, jeito com a câmera e morria de vergonha. Mas estava animada em finalmente fazer o que eu queria fazer e testar. Se desse certo, vitória. Se não desse, tudo bem também.

          CarolNo começo falávamos apenas de literatura e, aos pouquinhos, fomos crescendo. Nosso publico era pequeno, mesmo porque na época ainda não existiam projetos como o Leia Mulheres, por exemplo, que também estava começando e têm o mesmo objetivo que nós: valorizar mulheres artistas.


          • Já pensou em largar?


            Anna: Muitas vezes, principalmente depois que ele foi hackeado, mas não larguei.

            Mareska: Muitas vezes, inclusive cheguei a largar mesmo, mas acabei recomeçando do zero. Foi uma decisão bem feliz.

            CarissaVárias vezes, mas sempre desisto.

            IaraNão. Já pensei em mudar, ser radical, fazer algumas coisas ultra diferentes de uma hora pra outra, mas abandonar nunca. O canal é algo que eu descobri que eu adoro produzir e faço com muito carinho, sempre.

            CarolSim, já pensei! É algo que toma tempo e até dinheiro (além de manter o domínio do site, pagamos pela impressão das nossas zines, por exemplo), mas ainda assim fazemos por prazer e pelo nosso próprio compromisso com as mulheres.


            • Quais são as maiores dificuldades?


              Anna: Ano passado, antes de fazer uma cirurgia e mudar de emprego, o blog foi hackeado e eu não sabia o que fazer. Minha sorte é que meu amigo Guilherme que trabalhava comigo na época me ajudou a colocar o blog no ar novamente, mas foram semanas de luta.

              Mareska: Me organizar. Eu sou bem caótica nesse tipo de coisa. Vencer a preguiça também é um problema. Provavelmente eu postaria bem mais se conseguisse pelo menos dar cabo da preguiça. Organização acabo me virando.

              CarissaTempo, sem dúvida.

              IaraÀs vezes falta ideia, as vezes paciência, rs. Acho que a principal dificuldade é o lance de produzir dois vídeos semanais, TODA SEMANA. Não é algo que você faz e termina e pronto, acabou. É um processo que se repete de novo e de novo, o que pode ser cansativo de vez em quando.

              CarolPerceber que, no geral, não existe muito apoio e interesse para iniciativas como a nossa por se tratar de arte feita por mulheres.


              • Então o que te faz continuar?


                Anna: Cada leitor ou leitora, inscrito ou inscrita que diz que leu um livro por indicação minha, as pessoas que dizem que se sentem em casa no blog e que se inspiram no meu trabalho. E claro, eu amo fazer isso.

                Mareska: Eu gosto muito de escrever, e agora que consegui dar pra ele o rumo e o ritmo que eu queria, as coisas vão fluindo melhor.

                CarissaA vontade de compartlhar com as outras pessoas.

                IaraEu adoro o que eu faço no Conto em Canto. Adoro gravar, editar, cuido de tudo, de cada detalhe. Faço tudo sozinha. Acredito no meu conteúdo e recebo um feedback incrível a cada vídeo (ou texto, não vou esquecer do blog) que posto. Acho que isso dá aquele gás pra continuar sempre que bate uma preguicinha.

                CarolSaber que podemos dar visibilidade para mulheres incríveis.


                • Qual a pior coisa que o blog já enfrentou?


                  Anna: Com certeza, esse "ataque hacker".

                  Mareska: Foi quando tentei colocar nele mudanças que não tinham nada a ver comigo, aí nada me deixava feliz nele, nem layout, nem título, nem conteúdo.

                  CarissaA falta de tempo mesmo.

                  IaraComo tenho pouco tempo de blog, vou dizer aqui a falta de equipamento. São coisas caras que uma puxa a outra. Por exemplo: vai comprar uma luz? Tem que ver tripé, aonde vai por, comprar a lâmpada certa, ver se não precisa de um rebatedor e então aquela conta que era R$30,00 virou R$600,00 e você nem notou. Fiquei um tempo naquela expectativa de guardar uma grana pra investir.

                  CarolAcho que não houve nada terrível, ainda bem!


                  • Como você atrai leitores? Como funciona a divulgação do blog?


                    Anna: Hoje eu trabalho a divulgação do blog nas redes sociais principalmente, e participando de ações com outros blogs. Assim como indo em outros lugares para falar sobre ele, como podcasts, videos em outros canais e assim por diante.

                     Mareska: A divulgação é pela página do blog no facebook e pelo twitter, de vez em quando pelo instagram. Dependendo do conteúdo, quem dá compartilhar ou rt acaba ajudando a divulgar também.

                    CarissaEu divulgo nas redes sociais.

                    IaraO canal foi se divulgando por si próprio. Amigos, contatos, um like aqui e ali, tweets, facebook. Uso todas as formas possíveis de divulgação. Acredito que hoje o twitter é a rede que eu mais tenho contato direto com meu público, mas uso muito o facebook e o instagram como forma de divulgação paga, por exemplo. Também tive a sorte de outros canais indicarem o Conto em Canto, o que me deu um público legal em pouco tempo (e eu morro e gratidão por eles).

                    CarolUsamos principalmente o Facebook e o Twitter. Divulgamos links de outros sites e portais, trazemos assuntos atuais e tentamos abordar temas de acordo com o que está havendo no mundo. No nosso cineclube Macabéa, que é realizado mensalmente em São Paulo, abordamos a Ditadura Militar, um assunto que ganhou destaque depois do impeachment da presidenta Dilma. Estamos produzindo cartões de visita e eles vão ser distribuídos em breve!


                    • Como manter esses leitores? Como é a relação com o público?


                      Anna: Tento ser o mais próxima possível do meu público. Muitos já são amigos e já escrevem ou escreveram no blog. Gosto que o blog seja uma família!

                      Mareska: Fora alguns detalhes mais "técnicos" tipo ter um layout que não seja confuso e coisas assim, acho que a melhor maneira de manter os leitores é cuidar do conteúdo mesmo, independente de ser um post pequeno ou não. E por cuidar do conteúdo eu não quero dizer só fazer um post bem feito, mas algo que você realmente queira escrever sobre. Não é difícil perceber quando um post é feito meio "na marra". E eu tento sempre responder os comentários direto no blog e nas redes sociais dele.

                      CarissaBem agradável. As pessoas são ótimas.

                      IaraTento sempre manter contato com todo mundo. Respondo todos os comentários, em todas as redes sociais. É uma conversa: eu daqui, eles de lá. E acho legal que eu como “protagonista” (bem entre aspas, por favor) continue o assunto após o vídeo acabar. Sempre coloquei que o Conto em Canto é um espaço pra gente conversar sobre literatura então eu não posso me por como superior ou mais inteligente que alguém. Eu sou leitora, como quem me assiste. Então sempre que tiver uma troca (de conteúdo, informação, do que for), eu to participando. 

                      CarolNossos leitores são interessados em arte e literatura e, em sua maioria, são mulheres feministas. São assuntos que elas gostam de discutir e mostrar para as amigas, então acredito que o segredo é fazer um conteúdo interessante.


                      • Que dica você daria para quem está começando?


                        Anna: Não desista, se pensar em desistir, tome um café, brinque com seu cachorro e depois volte e faça o melhor conteúdo que você já fez na vida. Faça sempre o seu melhor.

                        Mareska: Eu acho legal comentar em outros blogs que tenham mais ou menos o mesmo nicho que o seu. Não comentário de spam ou deixando o link do seu que isso é chato pra caramba, mas realmente fazer um comentário nem que seja pra dizer que achou o post legal ou útil. Acho que a maioria dos blogueiros sempre acaba visitando o blog das pessoas que comentam clicando no perfil delas, e assim dá pra descobrir coisas bem legais pra acompanhar. É uma maneira de "criar laços" com outros blogs.

                        CarissaTenha força de vontade.

                        IaraComece. Só isso. O melhor equipamento que você tem é esse que tá na sua frente. O melhor cenário é esse da sua casa. Pense em um conteúdo próprio, que você se identifica e esqueça o dinheiro (se você entrar nessa, que seja por amor, não pela grana).


                        Carol: Faça algo que não foi feito ainda.


                        • Afinal, pra que ter um blog?


                          Anna: Para falar sobre aquilo que gosto. Ninguém lê na minha família, só eu. O blog foi a forma de encontrar meu "grupinho" para falar sobre literatura.

                          Mareska: Pra falar do que você gosta, tanto faz o quê. Ou pra ter uma válvula de escape, um meio de desabafo. Escrever faz bem.

                          CarissaPara compartilhar com as outras pessoas.

                          IaraAcho legal. É uma forma de produzir um conteúdo que eu acredito e descobrir que tem gente por aí que eu nem conheço, mas que pensa igual a mim. Ou diferente de mim. Gera um auto conhecimento incrível e aquela noção de que somos tão pequenininhos e temos tanto pra aprender...

                          CarolContar o que você pensa e sabe para o mundo é muito divertido.


                          • O que tem no seu blog, e o que você deseja acrescentar?


                            Anna: Hoje o blog está bem completo. Mas meu sonho é colocar mais dois quadros no canal e um podcast, por isso abri o PADRIM do Pausa Para um Café, onde os leitores podem ajudar a fazer isso dar certo.

                             Mareska: Meu blog tem muito post de livro e muito post mais pessoal, e eu queria começar a escrever mais sobre filmes/seriados e uns posts de playlist, talvez. Spotify é vida.

                            Carissa____

                            IaraHoje no Conto em Canto tem resenhas, listas de vários assuntos (ex: 05 livros com magia!), discussões, alguma zuerinha e alguns projetos pontuais para promover algum assunto específico, como aconteceu em março com o Mulheres para Ler. Durante todo o mês promovi a leitura, discussão e reflexão sobre a mulher na literatura, tanto como autora tanto como personagem. Ao longo do tempo vou acrescentar mais coisas como esquetes, músicas e mais projetos (ou pelo menos essa é a ideia né?)

                            CarolNo blog temos resenhas, comentários e listas sobre livros, filmes, HQs e artes visuais feitos por mulheres. Também temos a versão virtual das nossas quatro zines, Alpacalipse #1, Alpacalipse #2, rosa rubiginosa e áster. Queria conseguir fazer um canal para o YouTube, mas é algo que demanda muito, muito, muito tempo.


                            • Se o mundo acabasse amanhã, qual seria seu ultimo post?


                              Anna: Com certeza um post que eu tenho em rascunho desde o fim de Sons of Anarchy: Pq não aceitamos o fim de seriados.

                              Mareska: Do jeito que eu sou preguiçosa/desmemoriada, eu provavelmente ia esquecer de fazer esse post.

                              Carissa5 Filmes que valem a pena.

                              IaraAi, eu teria que fazer um post novo? Poxa, tá caindo uma chuvinha ótima pra dormir… hahaha. Acho que seria um grande e belo: valeu gente, a gente se vê por aí.

                              CarolUma lista de livros inesquecíveis.


                              • Você tem outros projetos além do blog, ou pretende ter?


                                Anna: Quero começar um podcast.

                                Mareska: No momento eu trabalho na escrita de um livro e colaboro na Pólen.

                                CarissaEu escrevo e trabalho com literatura.

                                IaraPor enquanto estou focada em ser uma empresária, rs. Comecei meu próprio negócio há 1 mês e to ralando o suficiente. Se projetos futuros surgirem, tô dentro.

                                CarolTenho o canal Tititias no YouTube, o blog Transtornada, que surgiu de uma disciplina na faculdade e o meu Medium. Acho que por enquanto já tenho projetos o suficiente!


                                • Quais outros blogs você indica?



                                  IaraAi, tantos... Pausa para um café, Geek Freak, Elefante Literário, All About That Book, Leitor CabulosoPipoca Musical, Vamos Ler, Chovendo Livros, Livraria em Casa, 3Dudes, Nuvem Literária. Gente, deixa no automático no Youtube e vai vendo e sendo feliz, hahaha.

                                  CarolO Ratas de Biblioteca, o Delirium Nerd e o Leia Mulheres.


                                  • Por ultimo, Porque devemos acessar seu blog?


                                    Anna: Eu sou legal, eu juro hehehehe
                                    Brincadeiras a parte, você vai com certeza encontra uma forma sincera e verdadeira de falar sobre literatura de uma forma acessível.

                                    Mareska: Porque eu tenho gatos, logo sou uma pessoa legal apesar de ser chata.

                                    CarissaPorque tem assuntos variados e cinema é um dos assuntos principais.

                                    IaraEita, essa é difícil ein? Vender o próprio peixe assim. Vamos lá, o Conto em Canto é bem legal, eu juro. Tem bastante variedade de temas e não é aquele canal só sério, ou só brincalhão, ou só clássico ou só jovem. É uma mistura, como a nossa rotina. Ninguém lê só um tipo de livro para sempre, eu também não e é isso que eu tento mostrar: como a gente pode ler uns livrinhos aí e sermos felizinhos com as nossas escolhas. E é bem legal, eu juro mesmo.

                                    CarolPorque vocês vão descobrir várias mulheres e obras incríveis!






                                    0 Comentários existentes: